siga o homoludens por email

UFMG EDUCATIVA: entrevista brinquedos e brincadeiras e formação da criança

FAZ ASSIM! CANTORIAS E BRINCADEIRAS INFANTIS

OUÇA AQUI AS PRIMEIRAS MÚSICAS DE NOSSO CD: produção: Claudio Emanuel, Marilza Máximo e Rogério Correia Direção Musical: Silvia Lima e Christiano Souza Oliveira

Faz assim!

Despedida/ Samba mais eu

territorio do brincar

segunda-feira, 20 de abril de 2009

A INFÂNCIA VAI AO CINEMA: Concepções de infância e criança a partir dos filmes




São muitas as possibilidades que encontramos no cinema para explorar as diversas representações sociais sobre as crianças e as infâncias modernas. Desde as imagens de uma infância como época de ouro da vida do homem, romanceada e naturalizada nas figuras de Emílio, Tom Sawyer e Peter Pan, de uma criança desprotegida (o garoto de Chaplin, Oliver Twist, Marcelino Pão e Vinho), até chegarmos a uma desconstrução destas primeiras imagens, quando assistimos ao cinema acolher as contribuições da psicanálise, abordando os conflitos vividos pela criança no processo de elaboração de seus impulsos libidinais e agressivos (Eu sou o Senhor do castelo, Cria Cuervos, Anjo Malvado). Surgem novas imagens de criança, como a criança que "mais ou menos atrapalha" (esqueceram de mim, o pestinha) e aquela que se torna o protagonista principal da história mostrando muitas vezes as especificidades das culturas infantis (Harry Potter, Desventuras em Séries, o Caçador de Pipas, Crônicas de Nárnia, Filhos do Paraíso). Nesta diversidade de temas sobre a infância, há espaço também para aqueles diretores que tratam as crianças como testemunhas oculares dos acontecimentos históricos, servindo de ícone para denúncia dos problemas do mundo adulto como guerras e regimes totalitários (o tambor, o labirinto do Fauno, o Império do Sol).

Algumas Sugestões de filmes:






  • Cría Cuervos. direção Carlos Saura, espanha, 1976.


  • O tambor, direção Volker Schlondorff , alemanha, 1979.

  • O Labirinto do fauno. direção Guillermo del Toro , espanha/Mexico/EUA, 2006.

  • Marcelino pão e vinho. direção Ladislao Vajda, espanha, 1955.


  • Filhos do paraiso. direção Majid Majidi, Irã, 1997.

  • Eu sou o senhor do castelo. direção Régis Wargnier, França, 1989.

  • O Império do sol. Direção Steven Spielberg. Eua, 1987.

  • Oliver Twist. direção Roman Polanski. Fra/Ita/Ing/Tchec, 2005.

  • Desventuras em série. direção Brad Silberling. Eua, 2004.

  • O jardim secreto. direção Agnieszka Holland. Eua, 1993.

Um comentário:

Anônimo disse...

texte

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio by Almanaque Brasil

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio parte 2 by Amanaque Brasil