siga o homoludens por email

UFMG EDUCATIVA: entrevista brinquedos e brincadeiras e formação da criança

FAZ ASSIM! CANTORIAS E BRINCADEIRAS INFANTIS

OUÇA AQUI AS PRIMEIRAS MÚSICAS DE NOSSO CD: produção: Claudio Emanuel, Marilza Máximo e Rogério Correia Direção Musical: Silvia Lima e Christiano Souza Oliveira

Faz assim!

Despedida/ Samba mais eu

territorio do brincar

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

FOTOS DO ENCONTRO EM JOÃO MOLEVADE

Candida professora que participou do curso atendeu a meu pedido e me enviou as fotos que tirou do encontro. Estou postando algumas delas aqui. Obrigado mais uma vez Candida. Um abraço,









quarta-feira, 9 de novembro de 2011

FORMAÇÃO EM JOÃO MONLEVADE: PEDIDO

Queria mandar um abraço para o pessoal que participou hoje terça feira dia 9 da formação promovida pela APAE em João Monlevade. O grupo realmente é muito divertido e se envolveu muito com a proposta de trabalho. As conversas foram muito produtivas. Fiquei de anotar uma brincadeira que uma das professoras me ensinou sobre peneirar fubá e acabei esquecendo a letra. Como eu havia dito, minha mãe é de Rio Piracicaba e foi um feliz encontro. Ela manda abraço para dona Elvira e Maria Lima (viu Pantuza?). Queria também fazer um pedido. Vi que algumas professoras tiraram muitas fotos do evento. Se pudessem me enviar pelo menos uma foto para postar aqui no blog agradeceria muito. Aproveitem para dar uma passeada no blog, principalmente algumas postagens dos meses anteriores. Elas estão na parte direita inferior do blog. se quiserem deixar um comentario é só clicar logo abaixo desta mensagem. Um abraço,

quem tiver foto pode mandar pro rogex.correia@yahoo.com.br

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

A INFÂNCIA NA NET: SITE SOBRE LUDICIDADE

Olá,
Cumprimento o mais novos seguidores do blog o pessoal do O Ludens, grupo de Estudos do Ludico, da Faculdade Pitágoras de Linhares, Espirito Santo. e aproveito também para divulgar o blog do grupo: http://grupoludens.blogspot.com/

Ludens - Grupo de Estudos do Lúdico
"Grupo de Estudos vinculado ao curso de Psicologia da Faculdade Pitágoras de Linhares - ES. Tem como objetivo geral promover estudos, pesquisas e intervenções baseadas no lúdico como promotor de humanização".

VII Seminário Internacional da Primeira Infância: 23 e 24 de novembro em Porto Alegre/RS

by Antropologia da Criança e SIS SAUDE
O tema da edição deste ano é 'Investindo na Primeira Infância - Realidade e Evidências'

O VII Seminário Internacional da Primeira Infância, promovido pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) dentro da Semana Estadual do Bebê, recebe inscrições pelo site http://www.pim.saude.rs.gov.br/. Voltado a estudantes, pesquisadores, profissionais da saúde e público em geral, o evento será realizado nos dias 23 e 24 de novembro, no Salão de Atos da PUC/RS (Avenida Ipiranga, 6681, Porto Alegre/RS).

O tema da edição deste ano é "Investindo na Primeira Infância: Realidade e Evidências". São aguardadas cerca de 1.800 pessoas, que assistirão a palestras sobre a primeira infância, investimentos, pesquisas e experiências exitosas.

A programação preliminar pode ser conferida no site do PIM e conta com a participação de especialistas de diversos países, como França, Itália, Holanda, Espanha, Estados Unidos, Argentina e Brasil - clique aqui para ler o perfil dos palestrantes convidados.

A iniciativa é do programa Primeira Infância Melhor (PIM), criado em 2003 pelo Governo do Estado e instituído como política pública pela Assembleia Legislativa em 2006. O PIM já atende mais de 87 mil crianças de zero a seis anos de idade no RS. Os visitadores do programa atuam junto às famílias mais vulneráveis, orientando os pais e cuidadores para o pleno desenvolvimento das potencialidades dos bebês, por meio de atividades lúdicas, reforçando questões de saúde, higiene, coordenação motora, vínculos afetivos e desenvolvimento da linguagem.


Autor: Imprensa
Fonte: Secretaria da Saúde do RS

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Divulgado pesquisas: Homens na Educação Infantil

UM ESTUDO SOBRE OS PROFESSORES HOMENS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA
REDE MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE – M.G
Autor: Joaquim Ramos
Classificação: Dissertação Mestrado
Defendida em Maio de 2011 pelo Programa de Pós Graduação PUC-MINAS.

TRECHOS DO RESUMO
"Esta dissertação intitulada “Um estudo sobre os professores homens da educação
infantil e as relações de gênero na Rede Municipal de Belo Horizonte – M.G.”
investigou o ingresso e a permanência de professores homens na educação de crianças
pequenas em instituições públicas de educação infantil do município de Belo
Horizonte. (...)O município de Belo Horizonte realizou nos ultimos anos dois concursos públicos para o provimento do cargo de educador infantil e essa ação propiciou o ingresso de quatorze professores do sexo masculino habilitados a atuarem com crianças de zero a seis anos de idade em instituições públicas – tradicionalmente reconhecidas como lugares essencialmente de atuação de professoras. Portanto, a entrada desses sujeitos nessas instituições não se deu sem tensões e estranhamentos.
Utilizando-se, dentre outras, da categoria gênero, buscou-se compreender por meio
desta investigação como esses professores do sexo masculino interagiam com a
educação infantil e com a comunidade escolar. Utilizou-se da metodologia de pesquisa
qualitativa e foram realizadas dezenove entrevistas (com professores homens, direções
e coordenações das instituições investigadas e com uma gerente pedagógica) e cinco
grupos de discussão (com professoras de duas instituições e com as famílias das
crianças), totalizando a participação de 47 pessoas na investigação. Por meio da análise dos resultados da pesquisa, é possível afirmar que, ao ingressarem nas escolas, esses docentes homens são “naturalmente” encaminhados para as funções de apoio ou para as turmas de crianças maiores – que, normalmente, demandam menos ações
relacionadas ao cuidado corporal. Nesse sentido, uma das principais constatações da
dissertação é que, para além do período probatório exigido legalmente, todos os
professores homens abordados na pesquisa necessitaram de um tempo para
demonstrarem as competências e as habilidades com a educação e o cuidado das
crianças pequenas matriculadas nas instituições públicas de educação infantil do
município – categorizado, aqui, como período comprobatório".

PARA LER A DISSERTAÇÃO COMPLETA CLIQUE AQUI

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio by Almanaque Brasil

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio parte 2 by Amanaque Brasil