siga o homoludens por email

UFMG EDUCATIVA: entrevista brinquedos e brincadeiras e formação da criança

FAZ ASSIM! CANTORIAS E BRINCADEIRAS INFANTIS

OUÇA AQUI AS PRIMEIRAS MÚSICAS DE NOSSO CD: produção: Claudio Emanuel, Marilza Máximo e Rogério Correia Direção Musical: Silvia Lima e Christiano Souza Oliveira

Faz assim!

Despedida/ Samba mais eu

territorio do brincar

sábado, 30 de outubro de 2010

Musicas e apostila da oficina Brincante

Queria mandar um abraço para as professoras e para os organizadores do II Forum de Educação Infantil do Municipio de Nova Lima que ocorreu no ultimo sábado na cidade. Como havia combinado com as professoras que participaram da minha oficina de Jogos e brincadeiras estou disponibilizando no blog a apostila com as letras das musicas e também o registro musical de algumas delas que brincamos. um abraço

Os estudos da infância e seus pesquisadores: Willian Corsaro


Um dos mais influentes pesquisadores dos últimos tempos na área da sociologia da infância, debatendo aspectos como socialização da criança, culturas de pares e sobre a importancia do brincar é Willian Corsaro. Ele é autor de termos hoje muito caros as pesquisas com as crianças como "culturas de pares" e "reprodução interpretativa", além de desenvolver metodologias de pesquisas com crianças pequenas. Quem levantou a biografia abaixo foi a pesquisadora Fernanda Müller quando o entrevistou.

"Conhecido por seus alunos, colegas e informantes como Bill, William Arnold Corsaro é professor titular da cátedra "Robert H. Shaffer class of 1967", da Faculdade de Sociologia, Universidade de Indiana, Bloomington, Estados Unidos. Bill obteve seu bacharelado em sociologia pela Universidade de Indiana, em 1970, e seu doutorado pela Universidade da Carolina do Norte, em 1974. Entre seus principais interesses de pesquisa estão a sociologia da infância, as culturas de pares, as relações entre adultos e crianças e entre crianças, os métodos etnográficos e o processo de socialização. Há mais de 30 anos, Bill vem realizando pesquisas transculturais sobre as culturas de pares e a educação inicial das crianças na Itália, na Noruega e nos Estados Unidos.

Bill é o autor de Friendship and peer culture in the early years (1985) (Amizade e cultura de pares nos primeiros anos), co-organizador de Children's worlds and children's language (1986) (Mundos e linguagem das crianças), e Interpretative approaches to children's socialization (1992) (Abordagens interpretativas da socialização das crianças). The sociology of childhood (1997, 2005a – segunda edição) (A sociologia da infância) foi o primeiro texto nesta área a apresentar uma análise teórica baseada em dados produzidos com crianças, e não apenas sobre elas. As mais recentes publicações de Bill, We're friends, right?: inside kids' cultures (2003) (Somos amigos, né?: no interior das culturas das crianças), e I compagni: understanding children's transition from preschool to elementary school (2005c) (Os companheiros: entendendo a transição das crianças da pré-escola para a escola primária), escrito com Luisa Molinari, reúne um extraordinário conjunto de idéias teóricas e pesquisas empíricas sobre e com as crianças, oriundo de uma pesquisa longitudinal".

Confira no inicio do blog dois artigos produzidos no Brasil sobre as pesquisas de Corsaro.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Descobri na NET- Tricotando palavras e distribuição gratuita de livros infantis

Noticias I- Site Tricotando palavras
Tricotando Palavras é um projeto de Contação de Histórias, da atriz e contadora de histórias Ana Paula Gonçalves, que pesquisa histórias clássicas, populares e de outras partes do mundo, com o diferencial de sempre manter uma conexão com a cultura popular brasileira, através de músicas, cantos e danças, criando sempre um ambiente prazeroso e de reflexão no momento da contação.
Visite:
www.tricotandopalavras.com.br

Noticias II- Itau Distribui gratuitamente livros infantis

o Banco Itaú está distribuindo gratuitamente um kit com 4 livros de histórias destinados a crianças de até 6 anos.

Basta solicitar através do link http://www.lerfazcrescer.com.br e eles enviam para o seu endereço.

Cada CPF pode pedir 1 kit e não precisa ser cliente do banco.
FONTE: Ana Maria Schultze
Coletivo-Laboratório da Imagem
www.lab-da-imagem.vai.la

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Um abraço para a turma do curso de psicologia da PUC-São Gabriel

Queria mandar um abraço para minha amiga Adriana e seus alunos e alunas do curso de psicologia da PUC- São Gabriel que acessam ao meu blog. A Adriana já havia me falado que a turma tava acessando muito ao blog. Espero que as informações estejam sendo úteis! Quem quiser saber mais sobre os assuntos que posto no blog, terei o maior prazer em respoder. é só deixar o recado nos comentarios da postagem. um abraço

II Forum de Educação Infantil em Nova Lima

Amanha, dia 23 de outubro (sábado) estarei oferecendo oficina no II Forum de Educação Infantil de Nova Lima. Também estára presente a professora Rita Coelho, coordenadora Geral de Educação Infantil do MEC.

O encontro acontecerá em dois locais: Circo de Todo Mundo, Rua José Agostinho, 2335 - bairro Oswaldo Barbosa Pena - Nova Lima - CAIC e as oficinas ocorrerão na EM Áurea Lima Taveira - CAIC.
Abraço,

Seminario Nacional da Educação Infantil do campo será em Brasilia

Os representantes do MEC estão percorrendo todo pais realizando seminarios regionais para debater e escutar os profissionais e suas analises sobre o documento que estão produzindo sobre as Orientações Curriculares para a Educação Infantil do Campo. No dias 07 e 08 de outubro o encontro aconteceu o encontro da região sudeste na Faculade de Educação da UFMG.
O encontro reuniu estudiosos e pesquisadores do tema, representantes de universidades, representantes das secretarias municipais de Educação de vários municipios, representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), entre outros.

Apenas 5% das crianças até os seis anos de idade freqüentam escolas da educação infantil no campo. E somente 3% estão em creches ( Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pnera- 2005, fonte portal MEC)

Em entrevista dada ao site da OEI- Organzação dos Estados Iberoamericanos, Rita Coelho, coordenadora da educação Infantil da secretaria de Educação Básica, a Educação Infantil no campo segue parametros urbanos de atendimento. Ela define assim um dos problemas que motivam a elaboração destas orientações:


“A educação infantil no campo representa a menor taxa de freqüência escolar da educação básica”. Segundo ela, é preciso descobrir as razões que levam à baixa freqüência, debater a concepção de educação infantil no campo – que difere da educação ofertada em áreas urbanas – e construir políticas públicas com base nessas discussões. (OEI,postado em 28 julho de 2008 , http://www.oei.es/noticias/spip.php?article2603)

O documento caminha para sua discussão nacional. Ocorrerá nos dias 6, 7 e 8 de dezembro em Brasilia.

Nós da cia Sapituca fomos convidados para fazer uma apresentação e também participar da discussão e debate sobre o tema.

Para mais informações visite o portal do MEC

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Participei da Oficina do Grupo Encantar em Belo Horizonte

Olá, nesta semana que passou as meninas e meninos do grupo Emcantar de Uberlandia estiveram em Belo Horizonte para apresentação de espetáculo, realização de oficinas e divulgação do Filme. Tudo isto faz parte de um projeto de percorrer 10 cidades em vários estados divulgando o trabalho com jogos e brincadeiras infantis. Eu que apreciava muito o trabalho do grupo fui lá para conferir de perto a oficina e trocar umas palavras com a turma. Pois éh, a oficina foi muito bacana, conheci de perto a Maisa e a Ana Carolina (um abraço pras duas e pra turma toda!). O grupo que participou foram os monitores da Escola Integrada, projeto da PBH e também a turma Camaleão, um projeto de jogos e brincadeiras coordenado por professoras das escolas municipais de Contagem que atuam hoje na região do bairro Serrano (fiquei de fazer uma reportagem com o grupo). Uma coisa diferente que vi no grupo foi a energia e o pique da turma, tanto do Encantar quanto dos oficineiros do grupo. Foi uma festa! o povo tava mesmo afim de participar da oficina. O material é muito bom e vale a pena conhecer. A opção do encarte explicando as musicas e do play-back (para karaokê) abre possibilidades para inventar novas brincadeiras como fizemos na oficina. Aproveitem para acompanhar a turnê do grupo e conhecer um pouco mais do trabalho desta turma no seu site: http://www.emcantar.org/. Assista agora ao vídeo da oficina que se encontra no inicio do blog, feito pelo proprio pessoal do Emcantar. Um abraço,

domingo, 10 de outubro de 2010

JENS QVORTRUP NO BRASIL- Estudos sobre a infância: emergência, desenvolvimento e desafios futuros


Palestrante: Jens Qvortrup
Dia de 22 de outubro – sexta-feira
Horário: 9 horas
Local: Auditório Luiz Pompeu
Faculdade de Educação – UFMG

Biografia: Quem é Jens Qvortrup

JENS Qvortrup é professor de Sociologia da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia e ex-diretor do Centro Norueguês de Pesquisa Infantil, Trondheim, Noruega. Um pai fundador dos estudos da infância, ele foi o presidente fundador da secção Internacional Sociological Association na sociologia da infância (1988-1998), Diretor de 'Infância como um fenômeno social "o trabalho pioneiro (1987-1992) e co-editor da a revista Infância (1999-2008). Ele tem escrito extensivamente sobre a infância e suas publicações incluem questões da infância, da infância ea cultura infantil, Studies in Modern Infância e da criança moderna e flexível do mercado de trabalho.



Artigo publicado no Brasil: Livro Crianças e Jovens na cultura contemporanea, pela Nau Editora. Org Lucia Rabello de Castro

O Autor também participará do Encontro da ANPED em Caxambu agora em outubro.

domingo, 3 de outubro de 2010

Quais as concepções de infância e criança orientam as praticas da Educação Infantil?


Nesta semana estive em duas cidades diferentes em encontro com as educadoras infantis, Contagem (MG, Polo Juverci) e Anchieta (ES, Seminario Projecta), para conversar sobre concepções de infancia e criança e sobre a noção de socialização com que trabalha a Educação Infantil. Refletir sobre concepçoes e representações de infancia é importante porque são elas que orientam nossas ações, nossas praticas e políticas sobre o que consideramos importantes para a educação das crianças. Sendo a Educação Infantil um das principais instancias socializadoras da infancia, como ela pensa a si mesma sobre o processo educativo que desenvolve?

Nos dois momentos, conversamos sobre as imagens contraditórias e ambiguas que hoje carregam nossa representação de criança e infancia construida ao longo do tempo(O cinema aborda muito bem esta ambiguidade), principalmente pelo pensamento educacional (de Rosseau a Pestalozzi, Froebel, Montessori, Piaget...).

Puras X bestiais, inocentes X corruptas, cheias de potencial X tábuas rasas
Nossa imagem em miniatura, a do ser carente, não-autônomo, em devir, objeto de projetos e iniciativa dos adultos, merecedora de proteção e educação.

Por exemplo, a Educação caminha entre valorizar aquilo que a criança já é e a faz ser criança e por outro lado destaca o que lhe falta e identifica e o que ela ainda
poderá vir a ser.

Conversamos sobre a revisão do conceito de socialização e as imagens de criança nela presentes: atores sociais, produtoras de cultura, " ... uma concepção dinâmica e historicizada de cultura, em que as crianças passam a ser consideradas seres plenos (e não adultos em potencial em miniatura), atores sociais ativos, capazes de criar um universo sócio-cultural com uma especificidade própria, produtor de uma reflexão critica sobre o mundo dos adultos". (esta fala é de Aracy Lopes da Silva.)


Estas imagens contraditórias estão presentes nas instituições de Educação Infantil. A mensagem que deixei para o grupo foi da importancia de identificar como estas imagens sustentam nossas praticas e ações, revendo-as e fazendo escolha por praticas que reflitam uma imagem mais positiva da infancia, valorizando aspectos como autonomia da criança, sua liberdade de expressão, de produtoras de cultura, colocando as crianças como parceiras do processo educativo.
um abraço,

sábado, 2 de outubro de 2010

Oficinas de brincadeiras gratuitas e apresentações do grupo EmCantar em BH

Na proxima Semana o grupo de Brincantes Encantar da cidade de Uberlândia estará em Belo Horizonte para apresentação de filme, oficinas e apresentação do seu espetáculo musical "Parangolé".

As de brincadeiras serão gratuítas e acontecerão diqa 07 de outubro, na secretaria Municipal de Educação (rua Carangola, predio da antiga FAFICH)

Já o espetáculo Parangolé será no dia 08 de outubro no teatro do colegio Santo Agostinho. Aproveitem para conhecer um pouco mais o grupo e seu material no seu site:www.emcantar.org

um abraço,

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio by Almanaque Brasil

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio parte 2 by Amanaque Brasil