siga o homoludens por email

UFMG EDUCATIVA: entrevista brinquedos e brincadeiras e formação da criança

FAZ ASSIM! CANTORIAS E BRINCADEIRAS INFANTIS

OUÇA AQUI AS PRIMEIRAS MÚSICAS DE NOSSO CD: produção: Claudio Emanuel, Marilza Máximo e Rogério Correia Direção Musical: Silvia Lima e Christiano Souza Oliveira

Faz assim!

Despedida/ Samba mais eu

territorio do brincar

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Divulgado pesquisas: Homens na Educação Infantil

UM ESTUDO SOBRE OS PROFESSORES HOMENS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E AS RELAÇÕES DE GÊNERO NA
REDE MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE – M.G
Autor: Joaquim Ramos
Classificação: Dissertação Mestrado
Defendida em Maio de 2011 pelo Programa de Pós Graduação PUC-MINAS.

TRECHOS DO RESUMO
"Esta dissertação intitulada “Um estudo sobre os professores homens da educação
infantil e as relações de gênero na Rede Municipal de Belo Horizonte – M.G.”
investigou o ingresso e a permanência de professores homens na educação de crianças
pequenas em instituições públicas de educação infantil do município de Belo
Horizonte. (...)O município de Belo Horizonte realizou nos ultimos anos dois concursos públicos para o provimento do cargo de educador infantil e essa ação propiciou o ingresso de quatorze professores do sexo masculino habilitados a atuarem com crianças de zero a seis anos de idade em instituições públicas – tradicionalmente reconhecidas como lugares essencialmente de atuação de professoras. Portanto, a entrada desses sujeitos nessas instituições não se deu sem tensões e estranhamentos.
Utilizando-se, dentre outras, da categoria gênero, buscou-se compreender por meio
desta investigação como esses professores do sexo masculino interagiam com a
educação infantil e com a comunidade escolar. Utilizou-se da metodologia de pesquisa
qualitativa e foram realizadas dezenove entrevistas (com professores homens, direções
e coordenações das instituições investigadas e com uma gerente pedagógica) e cinco
grupos de discussão (com professoras de duas instituições e com as famílias das
crianças), totalizando a participação de 47 pessoas na investigação. Por meio da análise dos resultados da pesquisa, é possível afirmar que, ao ingressarem nas escolas, esses docentes homens são “naturalmente” encaminhados para as funções de apoio ou para as turmas de crianças maiores – que, normalmente, demandam menos ações
relacionadas ao cuidado corporal. Nesse sentido, uma das principais constatações da
dissertação é que, para além do período probatório exigido legalmente, todos os
professores homens abordados na pesquisa necessitaram de um tempo para
demonstrarem as competências e as habilidades com a educação e o cuidado das
crianças pequenas matriculadas nas instituições públicas de educação infantil do
município – categorizado, aqui, como período comprobatório".

PARA LER A DISSERTAÇÃO COMPLETA CLIQUE AQUI

Nenhum comentário:

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio by Almanaque Brasil

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio parte 2 by Amanaque Brasil