siga o homoludens por email

UFMG EDUCATIVA: entrevista brinquedos e brincadeiras e formação da criança

FAZ ASSIM! CANTORIAS E BRINCADEIRAS INFANTIS

OUÇA AQUI AS PRIMEIRAS MÚSICAS DE NOSSO CD: produção: Claudio Emanuel, Marilza Máximo e Rogério Correia Direção Musical: Silvia Lima e Christiano Souza Oliveira

Faz assim!

Despedida/ Samba mais eu

territorio do brincar

terça-feira, 22 de junho de 2010

História para todas as idades: a Mula

Quem acha que já ouviu muitas histórias sobre Mula Sem Cabeça ainda não ouviu tudo. E pra quem fala que mineiro ri de si mesmo até nos momentos de aperto precisa ler a história abaixo, um divertido "causo de assombração"
enviado por www.aletria.com.br


Caminho bonito é o que leva da Fartura até São Miguel do Anta. Estrada de terra. Bonita e com o chão vermelho que chega a refletir nos olhos. De cada lado arvores com mais de 10 metros de altura e que na copa se encontram e abraçam como casais em lua de mel.

Durante todo o dia quando se caminha por essas terras ouve-se silencio e calmaria, só quebrado pelos cantos dos passarinhos. E esses são muitos. Canário da Terra, Coleirinho, Sabiá, Tico-tico Mata Virgem, Merro, Curió, Bem-te-vi... Já quase chegando em São Miguel do Anta tem a ponte do Vivino no córrego da Fartura, com água batendo nas canelas e onde em dias de calor a molecada gosta de refrescar o corpo.

Porem toda essa beleza é encoberta pela noite, quando não se vê nem a luz da lua e a cantoria de passarinho é cortada pelo pio agourento de coruja e pelo ranger das arvores, que quando sopra o vento parece que vão cair na cabeça da gente.

Certa feita Seu Zé Otacílio teve que ir da Fartura pra São Miguel do Anta durante a noite, modo de comprar uns remédios para sua avó que estava meio perrengada. Era tempo de quaresma e por toda parte se ouvia caso de assombração.

Acompanhado pelo medo e por sua varinha de pau mulato, Zé Otacílio partiu a passos largos. De repente Zé Otacílio ouve ao longe o trotar de Cavalo e um assovio cortando o Silencio. Logo se lembrou da história que mais tinha medo, Mula sem cabeça. Lembrou que seu avô dizia que de Mula Sem Cabeça agente ouve três trotar. O primeiro a bicha está bem longe, o segundo ela já estava por perto e o terceiro é melhor nem escutar.

Zé Otacílio apertou um pouco o passo e seguiu em frente. Certo tempo depois ele ouve o segundo trotar. Arrepiado de medo ele lembra que seu avô dizia que para fugir de Mula Sem Cabeça era preciso esconder as unhas, fechar a boca modo de esconder os dentes e fechar os olhos. Por esse tempo ele estava passando pelas proximidades da Ponte do Vivino e resolveu esconder debaixo da ponte, já que água só batia nas canelas.

Assim o fez. Foi para debaixo da ponte colocou a mão nos bolsos, fechou a boca e os olhos.

De repente Seu Zé Otacílio sente que tem companhia. Sem coragem para abrir os olhos e tremendo de medo sente outra pessoa encostando-se nele com tremedeira e igual falta de coragem. Foi quando se ouviu o terceiro trotar e um assovio assombroso. E essa trotar foi logo acima da ponte. Mas passou e foi em direção a São Miguel do Anta. Deu até pra sentir o clarão do fogo que saia das venta da bichona.

Aliviado Seu Zé Otacílio tira as mãos do bolso, abre a boca e os olhos. Quando dá por si quem é que ta do seu lado? O Lobisomem!!!!! Seu Zé enche os pulmões de ar e exclama.
-Você também tem medo de Mula Sem Cabeça né rapaz...


História de Xibil, fonte: http://oscacarecos.blogspot.com:80/

Nenhum comentário:

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio by Almanaque Brasil

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio parte 2 by Amanaque Brasil