siga o homoludens por email

UFMG EDUCATIVA: entrevista brinquedos e brincadeiras e formação da criança

FAZ ASSIM! CANTORIAS E BRINCADEIRAS INFANTIS

OUÇA AQUI AS PRIMEIRAS MÚSICAS DE NOSSO CD: produção: Claudio Emanuel, Marilza Máximo e Rogério Correia Direção Musical: Silvia Lima e Christiano Souza Oliveira

Faz assim!

Despedida/ Samba mais eu

territorio do brincar

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Seminario Nacional da Educação Infantil do campo será em Brasilia

Os representantes do MEC estão percorrendo todo pais realizando seminarios regionais para debater e escutar os profissionais e suas analises sobre o documento que estão produzindo sobre as Orientações Curriculares para a Educação Infantil do Campo. No dias 07 e 08 de outubro o encontro aconteceu o encontro da região sudeste na Faculade de Educação da UFMG.
O encontro reuniu estudiosos e pesquisadores do tema, representantes de universidades, representantes das secretarias municipais de Educação de vários municipios, representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), entre outros.

Apenas 5% das crianças até os seis anos de idade freqüentam escolas da educação infantil no campo. E somente 3% estão em creches ( Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pnera- 2005, fonte portal MEC)

Em entrevista dada ao site da OEI- Organzação dos Estados Iberoamericanos, Rita Coelho, coordenadora da educação Infantil da secretaria de Educação Básica, a Educação Infantil no campo segue parametros urbanos de atendimento. Ela define assim um dos problemas que motivam a elaboração destas orientações:


“A educação infantil no campo representa a menor taxa de freqüência escolar da educação básica”. Segundo ela, é preciso descobrir as razões que levam à baixa freqüência, debater a concepção de educação infantil no campo – que difere da educação ofertada em áreas urbanas – e construir políticas públicas com base nessas discussões. (OEI,postado em 28 julho de 2008 , http://www.oei.es/noticias/spip.php?article2603)

O documento caminha para sua discussão nacional. Ocorrerá nos dias 6, 7 e 8 de dezembro em Brasilia.

Nós da cia Sapituca fomos convidados para fazer uma apresentação e também participar da discussão e debate sobre o tema.

Para mais informações visite o portal do MEC

Nenhum comentário:

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio by Almanaque Brasil

Brincantes do Brasil: Entrevista com Lydia Hortélio parte 2 by Amanaque Brasil